Início arrow Notícias arrow Noticias arrow  Eurocast aumenta 10 vezes capacidade de fusão de alumínio
Eurocast aumenta 10 vezes capacidade de fusão de alumínio Imprimir E-mail

A Eurocast, um dos maiores investimentos em Estarreja, pôs em marcha um projeto para reforçar a capacidade da sua fundição inaugurada há menos de um ano.

in Notícias de Aveiro, 08-01-2018

images/stories/pdf2017/20180108164100235.jpg

 

A multinacional instalada desde 2016 no Eco Parque Empresarial abriu, simultaneamente, procedimentos de avaliação de impacte ambiental e de licença ambiental, que decorrão até ao início de fevereiro.

A fundição com tecnologia inovadora, que produz peças de alumínio a alta pressão para a indústria automóvel, foi inaugurada em maio de 2017.

O grupo GMD anunciava, então, a criação de 173 novos postos de trabalho diretos e permanentes, 14 dos quais altamente qualificados.

A unidade nasceu com uma capacidade instalada de 14,4 toneladas por dia (um forno). Mas "no sentido de responder às solicitações do mercado", a empresa decidiu expandir a atividade para fazer face às necessidades dos seus clientes.

Um aumento da capacidade produtiva ao nível da fusão de alumínio que obriga a substituir o forno inicial de 0,6 toneladas por hora (14,4 toneladas por dia) para dois com seis toneladas por hora (144 toneladas por dia).

Apesar de anunciar a criação adicional de 130 novos postos de trabalho, o pós projeto aponta um total de 173, número já colocado nas previsões iniciais.

Com a ampliação das instalações, passará a ocupar 1.602 m2 numa área de 22.606 m2.

O Estudo de Impacte Ambiental (EIA) reduz os impactes ambientais do aumento de produção a "impactes negativos não importantes ou pouco importantes" e para estes últimos são definidas medidas de minimização.

O montante de investimento da Eurocast em Estarreja ascendia, à data da inauguração, a cerca de 49,7 milhões de euros, co-financiados por Fundos da União Europeia através do COMPETE 2020.

A empresa previa atingir no ano pós projeto um volume de negócios na ordem dos 33,5 milhões de euros e um valor de exportações de 22,1 milhões de euros, o que representa uma intensidade de exportação de 66%.

A fábrica é a segunda unidade do grupo em Portugal, juntando-se à sua congénere de Arcos de Valdevez, mas com uma área de produção de 21 mil metros quadrados, tornando a fábrica de Estarreja a maior fábrica do grupo, que está presente em nove países e três continentes.