Início arrow Notícias arrow Noticias arrow Que prioridades deve ter o próximo quadro comunitário?
Que prioridades deve ter o próximo quadro comunitário? Imprimir E-mail

Declarações do Presidente da AFIA, Tomás Moreira, à jornalista Joana Nunes Mateus do EXPRESSO.

in Expresso, por Joana Nunes Mateus, 11-11-2017

 

Tomás Moreira, presidente da Associação de Fabricantes para a Indústria Automóvel (AFIA), realça “o papel a desempenhar pelos clusters enquanto parceiros do Estado, que por isso mesmo deverão ser instrumentos e interlocutores prioritários da sua política de fomento industrial”. Porque as regras atuais têm fechado os fundos comunitários a muitas empresas que os mereciam, a AFIA defende que o Portugal 2030 deverá incluir também o apoio ao investimento produtivo gerador de postos de trabalho, à reconversão de equipamentos e à aquisição criteriosa de equipamentos usados, assim como toda a inovação incremental em produtos e processos, não limitando os apoios à “alta tecnologia” e à inovação radical.

 

Consulte o artigo na integra