Início arrow Notícias arrow Noticias arrow TMG REGRESSA À CASA DE PARTIDA E CRIA 160 NOVOS POSTOS DE TRABALHO
TMG REGRESSA À CASA DE PARTIDA E CRIA 160 NOVOS POSTOS DE TRABALHO Imprimir E-mail

É com um investimento de 52,5 milhões de euros que a TMG-Têxtil Manuel Gonçalves está a reactivar as suas históricas instalações de Vale S. Cosme, em Famalicão, um projecto que implica a criação inicial de 160 postos de trabalho e deverá estar em funcionamento já no início do próximo ano.

in Jornal T, 02-08-2017

images/stories/pdf2017/2017080212150086.png

A velha unidade fabril, fundada há 80 anos por Manuel Gonçalves, vai acolher novas linhas de produção da TMG Automotive e renovar o parque de máquinas da TMG Tecidos. O grosso do investimento (45,5 milhões) destina-se a aumentar a capacidade produtiva da unidade ligada ao sector automóvel, que é já um dos principais fabricantes mundiais de tecidos plastificados e outros revestimentos para a indústria automóvel.

Entre os seus principais clientes estão fabricantes como a BMW, Mercedes, Toyota, Volvo, Mini, Porsche, Jaguar e Lamborghini, estando o novo investimento directamente ligado ao contrato firmado com a Mercedes no final do ano passado. A TMG Automtive há muito que esgotou a capacidade produtiva instalada na fábrica de Campelos, Guimarães, e com o novo contrato garantiu o fornecimento até 2026 dos componentes plásticos para os modelos que vão sair da nova plataforma de produção de veículos de tracção à frente da construtora alemã, onde são montados os modelos Classe A, B, GLA e CLA.

Os novos projectos tinham sido anunciados em Outubro de 2016, altura em que o investimento foi declarado de interesse municipal pela Câmara de Famalicão, que concedeu incentivos fiscais ao nível do IMI, do IMT e das taxas municipais de licenciamento.

No inicio da semana o presidente da autarquia, Paulo Cunha, foi recebido nas históricas instalações de Vale S. Cosme por Isabel Furtado, administradora da TMG Automotive, e Manuel Gonçalves, administrador da TMG Tecidos, ambos netos do fundador do grupo. A visita teve lugar no âmbito do roteiro Famalicão Made IN, tendo o município destacado que estes investimentos são também “a face visível da aposta estratégica em inovação e em produtos de maior valor acrescentado, encetada em conjunto com o meio científico e académico”.

A empresa gasta entre 4% a 6% do volume de negócios em inovação, sendo que 26% dos produtos da TMG Automotive têm origem em projectos de inovação. Com as novas instalações a empresa prevê o aumento da produção de 15 para 20 milhões de metros quadrados. “Em Famalicão vamos produzir 5 milhões de metros quadrados com uma nova linha de recobrimento. Até ao final do ano vamos criar, pelo menos, 160 postos de trabalho, acima dos 151 que constam do projecto de investimento”, explicou Isabel Furtado.

A TMG Automotive exporta directamente 98% da produção, tem actualmente 573 trabalhadores e deverá fechar o ano de 2017 com uma facturação de 98 milhões de euros. “Com a nova linha de recobrimento, que está a ser montada num espaço industrial com 25 mil metros quadrados, prevemos atingir os 130 milhões de euros de volume de negócios em 2020”, apontou a gestora.