Início arrow Noticias arrow Maioria das 10 maiores exportadoras trabalham à volta de um carro
Maioria das 10 maiores exportadoras trabalham à volta de um carro PDF Imprimir E-mail

Quem são as 10 maiores exportadoras portuguesas em 2016? E como evoluiu o ranking nos últimos anos? O Negócios foi saber os nomes das empresas que lideraram as vendas para o exterior.

in Jornal de Negócios, por Marta Moitinho Oliveira, 01-04-2017

As exportações de bens subiram 0,9% em 2016, o que se traduziu numa desaceleração face ao ano anterior. A Petrogal (do grupo Galp), a Navigator e a Autoeuropa continuam a dominar o pódio do ranking das 10 maiores exportadoras de mercadorias, que está repleto de empresas que trabalham para construir um carro.

O Negócios pediu ao Instituto Nacional de Estatística (INE) dados sobre que empresas ocuparam o top 10 das maiores exportadoras desde 2000. Algumas empresas mudaram de nome, nem todas mantiveram presença nas primeiras 10 posições e há até empresas que em 17 anos foram poucos os momentos em que fizeram parte da elite dos exportadores de mercadorias.

Com base nos dados do INE, o Negócios foi ver se as empresas que em 2016 estavam nos primeiros 10 lugares também ocupavam estes lugares de destaque em anos anteriores. Apenas duas, a Galp e a Autoeuropa estiveram sempre no top 10.

O pódio é partilhado em 2016 com com a Navigator Tissue, de Vila Velha de Ródão, uma empresa que nasceu no grupo da Portucel e que serve para diversificar a actividade para o mercado de papéis para uso doméstico e industrial.

Entre as 10 maiores exportadoras no ano passado estão várias empresas que produzem carros ou peças para carros, o que mostra o peso que o sector automóvel tem na actividade exportadora. Além da Autoeuropa estão a Continental Mabor, que produz pneus, e a Bosch Car Multimedia, uma empresa que faz, por exemplo, painéis de bordo para os carros.

A Faurécia, uma empresa com uma presença intermitente no top 10 das maiores exportadoras, faz sistemas de escape. E a Delphi, que regressou ao ranking das 10 maiores em plena crise, faz peças electrónicas também para carros.

A Visteon, outro fornecedor da indústria automóvel, ocupa a 10.ª posição em 2016.